Arquivo da categoria: Beleza

Microagulhamento: Cuidados pré e pós

Cuidados antes do microagulhamento e após a sessão são importante para obter os resultados positivos da técnica!

Porém, são necessários alguns cuidados essenciais de preparação da pele, de pós procedimento e principalmente no cuidado na aplicação da técnica, que deve ser realizada por um profissional capacitado.

A técnica consiste na punturação da pele, na qual é usado um equipamento com microagulhas de aço cirúrgico, que deve ter registro na ANVISA e ser descartado após cada aplicação.

As micropunturações estimulam a vasodilatação, aumentam a permeação de ativos e estimulam a síntese do colágeno, auxiliando em vários tratamentos. 

O tratamento certamente pode ser associado a outros recursos nos intervalos das sessões de microagulhamento, sendo essencial tratamentos de revitalização e hidratação neste período.

O cuidado vai desde a hora da decisão por microagulhar até a escolha de um programa de tratamento específico para cada cliente, além dos cuidados com a biossegurança.

É importante lembrar que equipamento ilegal ou mal utilizado compromete sua credibilidade profissional e, muito mais grave que isso, pode comprometer a saúde de seu cliente bem como o resultado esperado.

Cuidados antes do microagulhamento

Primeiramente, os cuidados necessários para microagulhar que devem iniciar 30 dias antes da aplicação:

  • Primeira sessão aplicação de protocolo de limpeza de pele profunda
  • Segunda sessão aplicação de hidratação profunda
  • Terceira sessão revitalização da pele com associação de ativos fundamentais como Vit. C, ácidos de baixa concentração, ativos normalizadores da pigmentação, sempre respeitando a queixa da cliente e necessidade da pele
  • Quarta sessão microagulhamento com uso de fator de crescimento

Lembrando que o uso dos produtos home care são indispensáveis já que os resultados dependem da preparação da pele.

Nos cuidados antes de iniciar as sessões de microagulhamento é importante realizar limpeza, tonificação e proteção solar pois estes cuidados fazem parte do tratamento e devem ser usados diariamente pelo cliente, associando cosméticos hidratantes com fatores de crescimento, vitamina C, clareadores, produtos adequados ao biotipo e fototipo de pele e, claro, a finalização com fator de proteção solar.

Esses cuidados diários fazem com a pele esteja hidratada e nutrida melhorando assim a eficácia da técnica. E não esqueça é preciso interromper o uso de qualquer ácido na pele entre 72 e 48 horas antes de se submeter ao procedimento.

Sugestões de produtos para associar ao microagulhamento

Conheça nossas sugestões de produtos para uso em casa para associar ao seu tratamento:

Em adicional preparamos um vídeo do protocolo de aplicação do microagulhamento.

Cuidados após o microagulhamento

Após a realização da técnica, a pele pode apresentar  leve descamação, vermelhidão, ardor e um leve edema, além de sensibilidade ao frio, calor e principalmente ao sol. Indicamos água termal para atenuar os sintomas.

Não é recomendado o uso de nenhum FPS por até 12h após ter realizado o microagulhamento. Após esse período o fotoprotetor é obrigatório.

Evite exposição solar nos primeiros 30 á 45 dias e sempre usar filtro solar adequado a pele, se puder use com cor para potencializar a proteção, lembrando de reaplicar o fotoprotetor conforme a recomendação na embalagem do produto..

Entre todos esses cuidados, vale salientar que hidratação é a chave de tudo! Precisamos beber água, pois é essencial para mantermos a pele saudável e potencializar o resultado de qualquer tratamento estético.

Não esqueça também de que qualquer cliente deve se submeter a uma cuidadosa ficha de anamnese, onde essa determinará se é viável a aplicação da técnica ou não.

Lembrando sempre que na gestação não é indicado nenhum tipo de tratamento sem autorização prévia de seu médico.

Cuidados com a pele no verão: as dúvidas mais frequentes sobre hidratação

Entre os cuidados com a pele no verão estão principalmente se proteger e se hidratar. Já falamos de nove dicas de como preparar a pele para o verão, mas ainda surgem muitas dúvidas sobre hidratação. Por isso, hoje vamos responder a algumas das dúvidas mais frequentes dos nossos clientes.

Essas dúvidas podem ser as mesmas que você tem, então fique atenta!

Como cuidar da pele do rosto no verão?

Essa é uma das dúvidas mais frequentes. É fato que precisamos cuidar da pele em todas as estações do ano, mas no inverno e no verão alguns cuidados especiais são importantes devido à mudança de temperatura. Falamos sobre essas diferenças neste post.

Mas, para resumir, algumas dicas de cuidados com a pele do rosto no verão são:

  • Use maquiagem leve, pois no verão a pele fica mais oleosa do que o normal, e bases pesadas podem piorar esse aspecto.
  • Procure lavar o rosto duas vezes ao dia com produtos específicos para essa região  e para o seu tipo de pele. 
  • Aplique o protetor solar e reaplique conforme a indicação da embalagem. Dê preferência a produtos que protegem dos raios UVA, UVB e da poluição.
  • Procure tomar banhos gelados, ou pelo menos mornos, e logo após aplique um bom creme hidratante e de preferência que tenha ação antioxidante. Essas substâncias ajudam a evitar os danos dos raios solares na pele, como, por exemplo, o envelhecimento.
  • Evite a exposição solar nos horários mais intensos dos raios UV, entre as 10h e as 16h.
  • Beba bastante água diariamente.

Como hidratar a pele no calor?

Muitas vezes, é difícil usar hidratantes no calor, não é mesmo? Isso porque os cremes geralmente ficam melosos, e ninguém gosta dessa sensação. Mas existem opções de hidratação que não deixam a pele grudenta no calor. 

  • O que é bom para hidratar a pele do corpo no verão?

Para hidratar a pele do corpo e evitar o desconforto de sensação pegajosa, a dica é usar cremes com base vegetal, pois esses cremes não são gordurosos e absorvem rapidamente na pele. Assim, você terá a pele profundamente hidratada.

hidratante corporal com manteiga de karité

Saiba mais sobre esse tipo de creme no post: Creme hidratante com manteiga de karité.

  • O que é bom para hidratar a pele do rosto no verão?
hidratação

Já no rosto, a regra é procurar produtos hidratantes para o seu tipo de pele. Por exemplo, você pode usar um hidratante que é também clareador, rejuvenescedor ou até mesmo um hidratante que controle o excesso de oleosidade.

Nesse caso, siga as necessidades da sua pele e não se esqueça de aplicar diariamente o produto. 

Posso usar o mesmo hidratante do corpo no rosto?

Não é o mais recomendado, pois cada região do nosso corpo tem características distintas, e os produtos são desenvolvidos levando em consideração essas diferenças. Por exemplo, o pH é diferente, a espessura da pele do corpo e do rosto é distinta, as necessidades de hidratação são diferentes e a umidade da pele também. 

Por isso, você pode até pensar que está economizando ao aplicar um produto do corpo no rosto, porém com o tempo a sua pele vai reclamar, e poderão aparecer outros problemas, tais como excesso de oleosidade, acnes e até manchas. 

Como refrescar a pele no verão?

Nada melhor do que estar em uma temperatura elevada e receber uma brisa refrescante. Consigo até me imaginar na beira da praia e sentir as gotículas tocando a pele! Você consegue imaginar isso também?

Deixando a imaginação de lado e partindo para a prática, isso é bem possível e prático de se fazer. Basta ter consigo uma água dermatológica ou uma água termal e aplicar durante o dia, seja na praia, na beira da piscina, no parque ou depois de uma atividade física. Além de provocar a sensação de refrescância, esses produtos repõem os nutrientes na nossa pele. 

Hidratação e refrescância para a pele no verão

Uma dica maravilhosa é a Água Dermo Revigorante. Ela pode ser inclusive no pós-sol, acalmando a pele após 15 minutos. Mas lembre-se de usar o protetor solar para evitar queimaduras solares 😉

A dica mais valiosa deste produto no verão é que você pode deixá-lo na geladeira ou na bolsa térmica. Assim, você terá uma sensação maravilhosa de refrescância ao aplicar no rosto, no corpo e até no cabelo.

Para finalizar, se você tem alguma dúvida que não apareceu aqui, deixe a sua pergunta que logo vamos responder 😉

Nano Hair: vitaminas para a queda de cabelos

Vitaminas para a queda de cabelos podem ser a solução para o seu problema!

Muitas vezes, a queda excessiva e anormal dos fios está ligada à falta de nutrientes e de vitaminas, o que faz com que os fios fiquem cada vez mais fracos e provoque o aumento da queda. 

Uma forma de repor essas vitaminas é fazer uso de tônicos que entregam pontualmente nos fios os nutrientes de que eles precisam. Uma opção comprovada e testada para reduzir a queda e estimular o crescimento dos cabelos é o Nano Hair

Quer saber por que ele é a solução para a queda dos fios? Então, confira este post e descubra todos os benefícios deste tônico. 

Vitaminas para a queda de cabelos

Nano Hair para queda de cabelos

O Tônico Nano Hair possui um blend de vitaminas, minerais e aminoácidos para repor de forma tópica os nutrientes diretamente onde o fio nasce. E assim, diminui de modo significativo a queda de cabelos. 

Sabe-se que a fase de crescimento do cabelo é a etapa mais importante no ciclo de vida do fio, pois ela é a mais longa. Falamos sobre as fases de crescimento no blog sobre a queda de cabelo

Sendo assim, para reverter a queda de cabelo, o ideal é fortalecer e alimentar o bulbo capilar nessa fase através de vitaminas e de outros nutrientes importantes para os fios. 

O tônico Nano Hair age exatamente nesse ponto. Por ser aplicado diretamente no couro cabeludo, o tônico entrega as vitaminas necessárias para o crescimento dos cabelos.

Onde o Nano Hair age nos fios?

Para o tratamento da queda do cabelo, um dos aspectos mais importantes é a vitalidade das células do bulbo, ou seja, é preciso dar mais energia às células que produzem o cabelo. Dessa forma, há melhora na qualidade dos fios, redução das taxas de queda e estímulo no crescimento de novas fibras capilares. 

Então, é nestes aspectos que o Nano Hair age:

Onde age o Nano Hair

O ponto 1 da imagem representa a ação do Nano Hair no bulbo do fio, deixando o cabelo mais forte e assim diminuindo a queda.

Por outro lado, na extensão do fio, representada pelo número 2, devido às vitaminas presentes, o tônico estimula o crescimento dos fios, deixando-os mais espessos e bonitos. 

No ponto 3, o tônico consegue chegar na base do bulbo pois o blend de vitaminas e aminoácidos é nanoencapsulado. Dessa forma, auxilia a microcirculação, entregando mais nutrientes ao fio e melhorando a oxigenação, fixando o fio no couro cabeludo.

Essa melhora da microcirculação do bulbo proporciona maior quantidade de oxigênio livre para que as células possam transformar os nutrientes em energia e ativar as células capilares novamente. Isso faz com que o fio que estava na fase de transição, sem atividade, retorne para a fase de crescimento, e as células voltem a se dividir. Esse é o chamado efeito âncora, pois promove a fixação do fio, que estava pronto para se desprender e cair, no couro cabeludo novamente, regularizando o ciclo de vida do cabelo.

O número 4 indica o couro cabeludo, pois o tônico também controla a oleosidade. Esse fator é importante, visto que, quando há excesso de óleo, o couro cabeludo não consegue desenvolver as suas funções adequadamente, como a oxigenação, por exemplo. Além disso, a oleosidade carrega consigo toxinas que prejudicam a saúde dos cabelos e podem provocar caspa e seborreia.

Quais as vitaminas para o cabelo existem no Nano Hair?

O Nano Hair possui um composto exclusivo da Extratos da Terra, o Nanogrow.

Esse componente é um blend nanoencapsulado que, como vimos, age onde o fio nasce. Ele é composto por uma combinação de aminoácidos, vitaminas do complexo B e proteínas. 

As vitaminas para a queda de cabelos, presentes no Nanogrow, assim como os outros componentes, são:

  • Proteínas de soja
  • Arginina
  • Tirosina
  • Ornitina
  • Sais de zinco
  • Niacinamida
  • Biotina 
  • Glucosaminas
  • Entre outros

Benefícios das vitaminas e dos outros componentes do Nanogrow

O Nanogrow contém aminoácidos que formam importantes proteínas da estrutura dos fios, ou seja, ajuda a compor um cabelo mais espesso e mais forte. 

Além disso, o ativo nanoencapsulado entrega os nutrientes ao bulbo de forma mais eficiente e prolongada, garantindo assim que os fios tenham todo o alimento de que precisam, na hora em que precisam, para fazer os fios crescerem mais resistentes e fortes.

Vamos ver agora os benefícios de cada componente para o cabelo:

  • Proteína de soja hidrolisada: são proteínas essenciais e necessárias para o crescimento do cabelo. Elas regulam a nutrição e fornecem enxofre para a biossíntese de proteína dos fios. 
  • Aminoácidos como tirosina, arginina e ornitina: compõem a estrutura dos fios, dando resistência e espessura ao fio. 
  • Glucosaminas: reforçam a estrutura do fio. 
  • Vitaminas do grupo B (niacinamida, PP, B5 e biotina): regulam a nutrição celular.
  • Sais de zinco: fazem o controle da oleosidade do couro cabeludo.
  • Extrato da raiz de Panax Ginseng: intensifica a estimulação do couro cabeludo, aumentando a profundidade e a espessura do cabelo.
  • Extrato da raiz de Arctium Majus: aumenta a microcirculação, melhorando a nutrição e a oxigenação das células produtoras do fio. 

As vitaminas para a queda de cabelo realmente funcionam? 

Não só as vitaminas, mas a combinação de todos os ingredientes do Nano Hair passou por muitos estudos e testes de eficácia antes do lançamento do produto para comprovar que ele realmente funciona. 

Primeiramente, foram realizados testes clínicos, ou seja, com a avaliação de um médico e com o uso de aparelhos que conseguiam ver a quantidade de fios que cresceram com o uso do tônico.

Os resultados após 60 dias de uso do tônico mostraram que 81% dos participantes apresentaram aumento da densidade de novos dos fios. Como pode ser observado na imagem à direita (diversos fios nascendo). Por outro lado, 56% apresentaram redução da queda de cabelo após 60 dias.

teste de eficácia do Nano Hair

Depois, perguntou-se aos voluntários que usaram o produto por 60 dias se eles viram diferença em relação à queda e ao crescimento dos fios. Os resultados foram os seguintes:

75% perceberam crescimento capilar no local de aplicação (couro cabeludo)
94% observaram redução da queda capilar
88% observaram redução na queda ao lavar e pentear os cabelos
88% perceberam que os fios capilares ficaram mais fortes
69% perceberam aumento no volume/densidade dos cabelos

Todos esses testes foram realizados por laboratórios credenciados pela Anvisa, sem vínculo com a Extratos da Terra. Esses laboratórios selecionaram e aplicaram os testes para que não houvesse influência na opinião das pessoas que usaram o produto. 

Para finalizar, o Nano Hair tem pH de 5 a 7 e não possui álcool em sua composição. Também não possui restrições de uso, podendo inclusive ser usado por gestantes e lactantes. 

Experimente você também o Nano Hair e depois conte para a gente a sua experiência 😉

Manchas da pele: saiba como são formadas

Manchas da pele são um problema que afeta a aparência física da maioria das mulheres, incomodando todas as pessoas que se preocupam com a estética e com a vaidade.

Essas manchas são ocasionadas por diversos fatores e podem apresentar coloração branca, marrom ou avermelhada, de acordo com a quantidade de melanina produzida.

Melanina é o pigmento responsável pela cor natural da nossa pele. Ela é produzida na camada basal, em uma célula chamada melanócito.

O melanócito possui ainda prolongamentos, espécies de “bracinhos” que vão se infiltrando entre as células da pele. Fazendo uma comparação ilustrativa, podemos comparar o melanócito e a pele com uma mão segurando um abacaxi.

comparação da relação do melanócito e as células

Pareceu estranho para você? Então observe a foto ao lado. Se você imaginar que a palma da mão é o núcleo do melanócito e os gomos do abacaxi representam as células, mais especificamente os queratinócitos, então os dedos são os dendritos no melanócito, que consegue alcançar vários queratinócitos. 

Essa comparação não foi boa?

Então observe a segunda imagem abaixo, ela é a representação de um melanócito carregado de melanossomos. E ao lado é o local onde esse melanócito se encontra na camada basal da pele. Agora sim, deu para entender? Mas aposto que você não vai se esquecer da comparação do abacaxi.

Brincadeiras à parte, afinal com manchas não se brinca, hoje vou explicar o quão complexo e perfeito é o nosso corpo para manter o equilíbrio e a proteção das células. 

Processo de pigmentação da pele

Dentro do melanócito, existe uma organela chamada melanossomo, que é o local onde efetivamente a melanina é sintetizada.

Depois do pigmento formado, o melanossomo é transferido através dos dendritos do melanócito para as células adjacentes da pele, que são chamadas de queratinócitos. 

Após o transporte dos melanossomos para os queratinócitos, a melanina vai se direcionando ao núcleo da célula para proteger o DNA, e o pigmento é então liberado.

Ou seja, a melanina é a principal proteção do DNA contra os danos da radiação solar, por isso que a causa das manchas da pele, na maioria das vezes, é desencadeada pela exposição ao sol. Quanto mais sol, mais o melanócito entende que precisa proteger as células e mais melanina é produzida para isso. 

A ativação para a produção de melanina pode se dar por diferentes fatores e normalmente envolve o processo de comunicação entre as células da camada mais superficial da pele e o melanócito.

Essas células impulsionam a produção da melanina através da ativação da tirosinase (enzima que catalisa as primeiras reações para formação do pigmento). 

São inúmeros os mecanismos que, ao serem ativados, levam mensagens para o melanócito produzir a melanina. Por isso, tratar manchas é mais complexo do que parece, e o tratamento deve levar em consideração o maior número de fatores que desencadeiam a formação de melanina. 

Porém, é bom ter em mente que a melanina não é uma vilã. Pelo contrário, ela é a proteção do DNA para que não ocorra o envelhecimento precoce das células nem doenças mais sérias como o câncer.

Portanto, quando se fala no  tratamento de manchas de pele, temos que considerar a melanina como nossa aliada, como uma parceira que a gente pega na mão e diz: “Estou contigo, fique calma e tudo vai dar certo”.

Produção descontrolada de melanina e formação de manchas da pele

Como mencionado anteriormente, a síntese de melanina é ativada por diversos mecanismos diferentes, muitos dos quais ocorrem através da comunicação entre as células da epiderme (queratinócitos) e os peptídeos que se ligam a receptores específicos nos melanócitos, iniciando a produção de melanina.

Muitos desses mecanismos são ativados pela exposição solar, que, ao atingir as células da pele, ativa os gatilhos de defesa das células, iniciando-se a comunicação celular.

Por esse motivo, o surgimento de hipercromias muitas vezes é relatado após a exposição ao sol. 

Na imagem abaixo, pode ser observado um esboço dos principais mecanismos que levam à formação de marcas escuras na pele. 

Clique aqui para abrir imagem em tamanho maior.

Grande parte dos fatores desencadeadores que resultam na ativação da tirosinase deve-se à incidência da radiação solar, mas outros pontos-chaves importantes também são a poluição, processos inflamatórios, a gravidez e o uso de anticoncepcional devido ao fator hormonal envolvido.

Todos esses fatores desequilibram a produção normal de melanina, desencadeando a produção descontrolada do pigmento e formando as manchas. 

A partir de um desses gatilhos, começa uma reação em cadeia, e cada tipo de gatilho pode ativar diferentes meios de comunicação celular, levando à formação de marcas mais escuras na pele. 

Tratamento de manchas

Para que o clareamento de pele seja eficiente, os produtos devem agir no maior número possível desses mecanismos ativadores, neutralizando, bloqueando ou regulando a produção de melanina, porém de uma forma inteligente, que não prejudique o desejo natural nem agrida a pele ao ativar esses mecanismos de defesa.

Percebam que essa é uma linha tênue, por isso a necessidade de escolha  por produtos que deem resultado não só pensando no prazo imediato, mas principalmente a longo prazo, para não ocorrer o efeito rebote e a piora do quadro.

Tratamento profissional de manchas da pele

A Extratos da Terra desenvolveu a linha Dermolight, criada com o conceito de tratamentos por camada, cuidando das hipercromias de forma gradual.

Ou seja, à medida que os passos do tratamento são realizados, os produtos agem em locais mais profundos e específicos (o primeiro produto age no estrato córneo, até chegar ao principal, que age diretamente no melanócito). 

No tratamento profissional, os produtos formam um ciclo, agindo em 15 pontos-chaves fundamentais na formação das hipercromias e também reduzindo as já instaladas por diminuir a intensidade das marcas e aumentar a renovação celular, eliminando as células pigmentadas.

Dessa forma, temos um tratamento completo, em que cada passo age em uma determinada camada da pele, atuando sobre os mecanismos locais que causam as hipercromias. Os 15 mecanismos de ação da linha  são:

1 – Inibe a atividade da tirosinase, que participa das duas primeiras reações da síntese de melanina.
2 – Reduz a conversão de tirosina em DOPA, que é a primeira reação da síntese de melanina.
3 – Reduz a síntese da TRP-1, necessária para a produção da melanina marrom.
4 – Regula a MITF, um fator de transcrição que ativa a tirosinase.
5 – Inibe o transporte de melanina dos dendritos para os queratinócitos.
6 – Inibe o depósito de melanina formada nos queratinócitos por inibir a PMEL17.
7 – Inibe a liberação de melanocortina (α-MSH), que é o hormônio estimulante dos melanócitos.
8 – Reduz a produção de radicais livres (ROS).
9- Reduz a produção de endotelina-1 secretada pelos queratinócitos, que ativa a tirosinase e aumenta o tamanho e o número de dendritos.
10 – Inibe a formação de plasmina, que libera o fator de crescimento do melanócito e que ativa a cascata inflamatória, além de estimular o α-MSH.
11 – Promove a detoxificação celular, evitando que resíduos inúteis permaneçam na pele, pois podem ativar o sistema de defesa.
12 – Diminui a comunicação da substância P com o melanócito, evitando o aumento dos dendritos e do transporte de melanina para as células.
13 – Tem ação anti-inflamatória, inibindo a síntese da proteína do estresse e o início da cascata inflamatória.
14 – Limita os efeitos das agressões externas como RUV e poluição.
15 – Aumenta a proteção do tecido, evitando agressões na camada córnea e protegendo-a dos danos da radiação solar.

A linha é um tratamento eficiente que controla a produção de melanina, elimina marcas escuras já instaladas e previne que novas hipercromias se formem.

Além disso, todos os produtos promovem e preservam a hidratação da pele, pois a hidratação faz com que o tratamento seja mais eficiente, que os ativos tenham melhor absorção e que a barreira de proteção fique íntegra, protegendo a pele dos efeitos danosos e dos agentes externos.

Para conhecer os produtos da linha, basta clicar neste link.

Cuidados em casa

Outro fator importante no clareamento de pele é o controle da produção de melanina, que deve ser diário, pois o melanócito, uma vez que é estimulado a produzir melanina, continua produzindo em uma quantidade superior ao normal.

Dessa forma, é necessário enviar uma mensagem diária a ele para que não  produza o pigmento e que está tudo sob controle. 

Isso quer dizer que os cuidados em casa são fundamentais para o sucesso do tratamento em cabine, pois os produtos usados em casa entregam doses diárias pequenas de ativos que auxiliam no controle da produção do pigmento. 

Isso também quer dizer que o tratamento não pode ser interrompido no verão, por exemplo, pois é a época em que mais as pessoas se expõem ao sol, e como vimos o sol é o principal ativador da produção de melanina.

Para conhecer um pouco mais os produtos de uso em casa para o clareamento de pele, acesse outro conteúdo do blog: Manchas na pele: saiba como tratar

Lucimara da Cunha
Engenheira química e cosmetóloga
Analista de marketing e produtos

Biolipox C

A Extratos da Terra tem um produto que vai deixar seus tratamentos de combate à gordura localizada ainda mais poderosos: é o Vitta Gel Biolipox C, que é superpotente como condutor para eletroterapia e tratamentos com bandagens, mas que também pode ser usado na massoterapia.

Seu segredo é o composto poderoso de ativos chamado BIO COMPLEX, que combina extratos de algas, couve, espinafre e goji berry, este último rico em vitamina C, para gerar um efeito antioxidante mais forte que o comum.

Ao mesmo tempo que ele se livra das toxinas, o Biolipox C aumenta as defesas do sistema, assim como a resistência das fibras de colágeno e elastina. Ele ainda tem ação antipoluição e pró-aging celular, além de melhorar a firmeza da pele. Que demais!

Essa novidade está disponível para compra em nosso site extratosdaterra.com.br ou em um de nossos distribuidores.
Experimente!