Arquivo da categoria: Produtos

Gestação: o que pode ser usado durante a gravidez

A gestação é um momento de grandes transformações para a mulher. Ela passará por mudanças na sua rotina e no seu corpo. Durante o período da gestação, o corpo vai se modificar lentamente, preparando-se para o parto e para a maternidade. 

Ser mãe muitas vezes muda o estilo de vida e os objetivos da mulher. É uma transformação linda, e cada gestação é única e cheia de particularidades.

Os sentimentos das mulheres nesse período podem mudar de um momento para outro, sendo causados parcialmente pelos hormônios da gravidez, e essas alterações emocionais são totalmente normais. 

A gestação é um fenômeno fisiológico, e por isso mudanças no corpo durante esse período são comuns.

Algumas grávidas sentem mais alterações e sintomas do que outras, mas o fato é que em todas o corpo muda. As taxas hormonais nesse período são bem altas e causam tanto modificações físicas no corpo como mudanças na textura da pele, unhas e cabelos. 

O que usar na pele antes do terceiro mês da gestação

primeiros meses de gestação

Nos 3 primeiros meses, o corpo não sofre alterações muito visíveis, mas é superindicado já começar a preparar a pele para as mudanças que virão.

Nessa fase, o mais importante é cuidar da hidratação e proteção da pele. Reservar um tempo especial para curtir esse momento único é muito importante para o bem-estar do corpo e da mente. 

Excelentes opções de produtos hidratantes nesse período são o Ômega 7 e o Oil Dermo Active. Esses produtos aumentam a hidratação e a elasticidade da pele, combatendo a flacidez e prevenindo as estrias. Ambos são produtos de base vegetal e compatíveis com a pele, não oferecendo riscos à gravidez.

Os três primeiros meses normalmente são os mais delicados e merecem uma atenção especial com relação ao que se utiliza na pele. Dessa forma, é sempre bom procurar orientação médica para uso de outros produtos nessa fase. 

O que usar na pele após o terceiro mês da gestação

gestação

Após o terceiro mês de gestação, as modificações físicas ficam mais visíveis, a barriga começa a aparecer, os seios ficam mais inchados.

Conforme os meses passam, a retenção de líquido aumenta, o espaço para o bebê vai ficando limitado e desconfortos podem ocorrer.

Algumas mulheres sentem-se mais cansadas também. Por outro lado, muitas mulheres ficam radiantes nesse período e com uma energia e brilho sem igual. 

Os cuidados com o corpo e a pele após o terceiro mês são mais focados na diminuição dos edemas e do inchaço, além da prevenção de estrias, já que a barriga e os seios aumentam de tamanho.

Algumas indicações de produtos para uso após o terceiro mês de gestação

Fazer drenagem linfática manual com produtos vegetais é um procedimento indicado para as futuras mamães. Não é aconselhado nesse período se preocupar com o uso de dermocosméticos para controlar o peso, então cosméticos com nicotinato de metila e cânfora estão proibidos. Um boa dieta é a melhor opção nesse caso.

Assim, um produto liberado para uso na gestação que auxilia no controle do inchaço e também já ajuda no tratamento da celulite é o Advanced Detox. A Loção Antiestrias também está liberada após o terceiro mês e pode ser utilizada nas regiões mais acometidas pelas estrias, como abdômen e mamas. 

A Anvisa também recomenda não usar cosméticos com  ureia sem orientação medica. Esta substância é encontrada principalmente em cremes hidratantes.

Por outro lado, hidratantes com bases vegetais e livres de parabenos são os produtos indicados nessa fase, pois são mais seguros e compatíveis com a pele, diminuindo assim as chances de a gestante desenvolver algum tipo de alergia.

Lembre-se de que nesse período de gestação, como o corpo está em constante mudança, a pele fica mais sensível e muito vascularizada, portanto, tornando-se mais reativa. 

A limpeza de pele também é um tratamento que pode ser feito para melhorar a pele desde que os produtos não contenham trietanolamina, como é o caso da linha Aquaface.

Ah, é bom evitar usar soluções emolientes e dar preferência ao creme emoliente, pois a pele na gravidez, como mencionado, é mais sensível a ter alguma reação às substâncias da solução emoliente.

Tratar manchas na gravidez

Durante a gestação, também pode ocorrer acne e manchas devido às alterações hormonais, que são constantes.

Esses problemas de pele podem ser temporários e passar após o parto. Portanto, durante a gravidez não é recomendado tratar a acne e as manchas, pois muitos dos produtos para o tratamento dessas disfunções contêm substâncias nocivas para a gestante e para o bebê, como, por exemplo, os ácidos.

Lembre-se de que esses tratamentos nesse momento não valem o risco.

Se o melasma persistir após o parto, pode ser feito um tratamento para o controle da pigmentação, mas se a mulher estiver amamentando, o recomendado é ainda evitar produtos com ácidos. 

Proteção solar

Recomenda-se durante a gestação usar sempre proteção solar reforçada, de preferência com filtro em forma de cremes, devendo-se repor com o protetor e o multiprotetor em pó, fazendo-se sobreposição e realizando-se a reaplicação com mais facilidade. Sem contar que o pó possui proteção contra poluição digital e atmosférica, evitando ainda mais o aparecimento de manchas.

Produtos que controlem a oleosidade da pele e que não contenham substâncias nocivas também são bem-vindos e vão ajudar no controle da acne sem causar efeitos adversos.

Já os cabelos têm a sua particularidade devido aos hormônios. Durante a gravidez, os cabelos ficam lindos e algumas vezes mais espessos. Porém, no pós-parto ocorre uma queda intensa dos fios.

Cuidados com os cabelos

A linha Terapia Capilar auxilia a controlar essa queda e pode ser usada sem problemas na lactação e também na gestação. 

Confira a lista completa de produtos que separamos que podem se usados neste período tão especial na vida das mulheres:

Os outros produtos da Extratos da Terra que não constam nessas listas são PROIBIDOS tanto para gestantes quanto para lactantes. 

Como escolher o melhor produto para o seu tipo de pele

Chegou a hora de encontrar o melhor produto para o seu tipo de pele. 

O primeiro passo é identificar o seu tipo de pele. O segundo é escolher os produtos mais adequados para você. Comece escolhendo os produtos para os três passos básicos de cuidados com a pele:

  • Limpeza
  • Hidratação
  • Proteção do sol

Melhor produto para a limpeza da pele

Primeiramente, cada tipo de pele tem uma necessidade na hora de fazer a limpeza do rosto. Confira abaixo algumas dicas de produtos recomendados para os tipos de pele existentes.

O melhor produto para limpar a pele, conforme o tipo de pele
Higienizantes para para tipo de pele

Como escolher um sabonete para peles mistas a oleosas

A pele oleosa tem uma produção maior de sebo que as outras peles. Por isso precisa de um produto específico que retire a oleosidade e que deixe uma sensação de refrescância e toque seco por mais tempo. 

O melhor produto para esse tipo de pele é o Sabonete Refrescante, pois, além de limpar a pele e de proporcionar uma sensação de refrescância, auxilia no controle da oleosidade, retirando o aspecto brilhoso sem deixar a pele ressecada.

Por outro lado, se além de ter a pele oleosa você possui acnes ou espinhas, o mais recomendado é tratar a oleosidade e a acne ao mesmo tempo. Para isso, use a Espuma Detox, que limpa e tonifica, possui ação detox e antipoluição. Desta forma, desintoxica os poros e evitando a formação de novas espinhas.

Como escolher um sabonete para pele normais a secas

Peles normais a secas precisam de um produto que retire as impurezas do rosto, mas que não deixe a pele ressecada e com a sensação de repuxamento, que é comum acontecer quando utilizamos produtos inadequados para o nosso tipo de pele. 

O mais indicado para essas peles é a Espuma de Limpeza Hidratante, ou ainda o Sabonete Dermopurificante. Esses produtos além de limparem, também protegem e preservam a hidratação natural da pele, deixando-a suave ao toque. 

Como escolher um sabonete para peles maduras

Além de limpar, para peles maduras, é interessante um produto que acima de tudo, auxilie no processo de renovação.

Duas espumas estão entre as mais recomendadas para esse caso e podem ser usadas por todos os tipos de pele: Espuma de Limpeza Facial e Glycoacid Detox, ambas com o ácido glicólico. 

A Espuma de Limpeza Facial com Ácido Glicólico remove as células mortas e diminui os sinais da idade. E a Glycoacid Detox é para quem tem a pele madura mas que também possui algumas manchas, pois essa espuma tem efeito detox, estimula a renovação celular e ajuda na redução das marcas senis da pele.

Qual o melhor produto hidratante para o seu tipo de pele

No post como cuidar da pele, você já aprendeu que todos os tipos de pele precisam ser hidratados, sem exceção.

hidratação

Essa ação previne o envelhecimento, mantém a pele saudável e com a barreira de proteção fortalecida contra os agentes externos, como, por exemplo, poluição e mudanças de temperatura.

A diferença entre os hidratantes de cada tipo de pele é a composição do produto. Por exemplo, para peles oleosas o ideal é ter um hidratante em forma de gel ou sérum, que não pesa na pele e não vai deixá-la mais oleosa. Já peles secas necessitam de um poder hidratante maior e, nesse caso, os hidratantes em creme são os mais indicados. 

Outro fator importante na hora de escolher um hidratante diz respeito aos ingredientes ativos que cada produto possui. Esses ingredientes são direcionados às características de cada tipo de pele. 

Hidratante para peles mistas a oleosas

O hidratante mais indicado para peles oleosas de todas as idades é o Gel-Creme Oil Control. Ele é um hidratante multifuncional que mantém a pele livre do brilho e da oleosidade excessiva. Também promove hidratação prolongada e minimiza o tamanho dos poros dilatados, tornando-os menos visíveis e promovendo um imediato efeito tensor dos poros . 

O hidratante ainda age em outros aspectos gerais da pele, como o envelhecimento e a uniformização do tom, graças a ativos como nano vit C e niacinamida.

Hidratante para peles normais a secas

Se a sua pele é muito seca, você precisa de um produto com um poder hidratante maior. E nesse caso, você pode escolher conforme a necessidade da sua pele:

  • Se você tem a pele seca e com poucas rugas, opte pelo Prevent. Ele vai hidratar e retardar o aparecimento das linhas de expressão.
  • Por outro lado, se você tem a pele seca e já possui rugas e sinais de expressão, escolha como hidratante o Reverse. Ele vai hidratar, diminuir as rugas e linhas de expressão, e também aumentar a firmeza da pele. 

Hidratante para todos os tipos de pele

Também existem os hidratantes multifuncionais, que se adaptam à maioria dos tipos de pele. 

Para ter essa flexibilidade, esses hidratantes normalmente são em forma de sérum. Um exemplo é o Dermo Vit C, que possui um excelente poder de hidratação graças às nanocápsulas de vitamina C e de resveratrol. Esses ingredientes hidratam a pele ao mesmo tempo que tratam e previnem as linhas de expressão e as rugas. 

Este sérum é um produto multifuncional que possui forte ação antioxidante e hidratante, sendo recomendado tanto para peles jovens quando para peles que já apresentam os sinais de envelhecimento. Mas deve-se ter uma atenção maior ao usá-lo em peles oleosas, pois poderá não se adaptar 100% a esta pele, já que não possui nenhum ingrediente que auxilia no controle da oleosidade. 

Qual o melhor produto para proteger a sua pele do sol 

O protetor solar deve ser usado desde a infância, já que os efeitos da radiação são cumulativos na pele, ou seja, os danos vão se somando durante toda sua vida. Além disso, você deve usar o protetor solar o ano inteiro.

Proteção solar em todas as idades

Mas na hora de escolher o melhor protetor solar, podem surgir algumas dúvidas: qual é o melhor produto para o meu tipo de pele?

Primeiramente é importante entender que, além do tipo de pele, é preciso considerar qual o seu fototipo. Explicamos como escolher o fator de proteção no texto como cuidar da pele. 

Confira agora as sugestões de protetores solares da Extratos da Terra conforme os tipos de pele. 

O melhor produto para proteger as peles mistas a oleosas

A pele oleosa é talvez a mais difícil de se encontrar um protetor que se adapte a ela sem deixar aquela sensação pegajosa. A Extratos da Terra tem duas sugestões de protetores para a pele mista a oleosa.

O primeiro é o Protetor FPS 20, com toque seco e suave, além de textura oil free. Possui em sua fórmula extratos vegetais que controlam a oleosidade.

O segundo são os protetores em pó translúcido e com cor, com fator de proteção 50. O protetor em pó pode ser associado ao FPS 20, deixando a reaplicação do filtro durante o dia mais fácil. Mas você também pode usar o pó sozinho. Ele possui ação contra a luz azul, poluição urbana e deixa a pele com toque seco e sem brilho. 

Melhor protetor para peles normais a secas

Pessoas com peles normais a secas não possuem muita restrição quanto ao uso do protetor, por outro lado, devem sempre se lembrar se escolher o FPS mais adequado ao seu tom de pele. 

Algumas dicas de protetores para essas peles são:

  • FPS 30 e FPS 50: ambos protegem dos raios UVA e UVB e possuem a coenzima Q10, que tem como função auxiliar a diminuir a profundidade das rugas e linhas de expressão, aumentar a firmeza da pele e a produção de colágeno.
  • Tonalizante Clareador: é um protetor ideal para quem tem algumas imperfeições na pele e deseja disfarçá-las. Também tem ação clareadora, sendo perfeito para proteger peles com manchas. 
  • Protetor em pó com FPS 50: disponível nas cores translúcido, médio e escuro, ideal para uso diariamente, deixando a rotina de reaplicação do filtro solar muito mais fácil e prática ao longo do dia. Você pode inclusive usa-lo sobre a maquiagem.

Cuide da sua pele com os produtos mais recomendados para as suas necessidades.

Se ainda tiver dúvidas, deixe a sua pergunta aqui nos comentários que nós responderemos para você 😉

Manchas da pele: saiba como são formadas

Manchas da pele são um problema que afeta a aparência física da maioria das mulheres, incomodando todas as pessoas que se preocupam com a estética e com a vaidade.

Essas manchas são ocasionadas por diversos fatores e podem apresentar coloração branca, marrom ou avermelhada, de acordo com a quantidade de melanina produzida.

Melanina é o pigmento responsável pela cor natural da nossa pele. Ela é produzida na camada basal, em uma célula chamada melanócito.

O melanócito possui ainda prolongamentos, espécies de “bracinhos” que vão se infiltrando entre as células da pele. Fazendo uma comparação ilustrativa, podemos comparar o melanócito e a pele com uma mão segurando um abacaxi.

Manchas de pele: comparação ilustrativa

Pareceu estranho para você? Então observe a foto ao lado. Se você imaginar que a palma da mão é o núcleo do melanócito e os gomos do abacaxi representam as células, mais especificamente os queratinócitos, então os dedos são os dendritos no melanócito, que consegue alcançar vários queratinócitos. 

Essa comparação não foi boa?

Então observe a segunda imagem abaixo, ela é a representação de um melanócito carregado de melanossomos. E ao lado é o local onde esse melanócito se encontra na camada basal da pele. Agora sim, deu para entender? Mas aposto que você não vai se esquecer da comparação do abacaxi.

Brincadeiras à parte, afinal com manchas não se brinca, hoje vou explicar o quão complexo e perfeito é o nosso corpo para manter o equilíbrio e a proteção das células. 

Processo de pigmentação da pele

Dentro do melanócito, existe uma organela chamada melanossomo, que é o local onde efetivamente a melanina é sintetizada.

Depois do pigmento formado, o melanossomo é transferido através dos dendritos do melanócito para as células adjacentes da pele, que são chamadas de queratinócitos. 

Após o transporte dos melanossomos para os queratinócitos, a melanina vai se direcionando ao núcleo da célula para proteger o DNA, e o pigmento é então liberado.

Ou seja, a melanina é a principal proteção do DNA contra os danos da radiação solar, por isso que a causa das manchas da pele, na maioria das vezes, é desencadeada pela exposição ao sol. Quanto mais sol, mais o melanócito entende que precisa proteger as células e mais melanina é produzida para isso. 

A ativação para a produção de melanina pode se dar por diferentes fatores e normalmente envolve o processo de comunicação entre as células da camada mais superficial da pele e o melanócito.

Essas células impulsionam a produção da melanina através da ativação da tirosinase (enzima que catalisa as primeiras reações para formação do pigmento). 

São inúmeros os mecanismos que, ao serem ativados, levam mensagens para o melanócito produzir a melanina. Por isso, tratar manchas é mais complexo do que parece, e o tratamento deve levar em consideração o maior número de fatores que desencadeiam a formação de melanina. 

Porém, é bom ter em mente que a melanina não é uma vilã. Pelo contrário, ela é a proteção do DNA para que não ocorra o envelhecimento precoce das células nem doenças mais sérias como o câncer.

Portanto, quando se fala no  tratamento de manchas de pele, temos que considerar a melanina como nossa aliada, como uma parceira que a gente pega na mão e diz: “Estou contigo, fique calma e tudo vai dar certo”.

Produção descontrolada de melanina e formação de manchas da pele

Como mencionado anteriormente, a síntese de melanina é ativada por diversos mecanismos diferentes, muitos dos quais ocorrem através da comunicação entre as células da epiderme (queratinócitos) e os peptídeos que se ligam a receptores específicos nos melanócitos, iniciando a produção de melanina.

Muitos desses mecanismos são ativados pela exposição solar, que, ao atingir as células da pele, ativa os gatilhos de defesa das células, iniciando-se a comunicação celular.

Por esse motivo, o surgimento de hipercromias muitas vezes é relatado após a exposição ao sol. 

Na imagem abaixo, pode ser observado um esboço dos principais mecanismos que levam à formação de marcas escuras na pele. 

Clique aqui para abrir imagem em tamanho maior.

Grande parte dos fatores desencadeadores que resultam na ativação da tirosinase deve-se à incidência da radiação solar, mas outros pontos-chaves importantes também são a poluição, processos inflamatórios, a gravidez e o uso de anticoncepcional devido ao fator hormonal envolvido.

Todos esses fatores desequilibram a produção normal de melanina, desencadeando a produção descontrolada do pigmento e formando as manchas. 

A partir de um desses gatilhos, começa uma reação em cadeia, e cada tipo de gatilho pode ativar diferentes meios de comunicação celular, levando à formação de marcas mais escuras na pele. 

Tratamento de manchas

Para que o clareamento de pele seja eficiente, os produtos devem agir no maior número possível desses mecanismos ativadores, neutralizando, bloqueando ou regulando a produção de melanina, porém de uma forma inteligente, que não prejudique o desejo natural nem agrida a pele ao ativar esses mecanismos de defesa.

Percebam que essa é uma linha tênue, por isso a necessidade de escolha  por produtos que deem resultado não só pensando no prazo imediato, mas principalmente a longo prazo, para não ocorrer o efeito rebote e a piora do quadro.

Tratamento profissional de manchas da pele

A Extratos da Terra desenvolveu a linha Dermolight, criada com o conceito de tratamentos por camada, cuidando das hipercromias de forma gradual.

Ou seja, à medida que os passos do tratamento são realizados, os produtos agem em locais mais profundos e específicos (o primeiro produto age no estrato córneo, até chegar ao principal, que age diretamente no melanócito). 

No tratamento profissional, os produtos formam um ciclo, agindo em 15 pontos-chaves fundamentais na formação das hipercromias e também reduzindo as já instaladas por diminuir a intensidade das marcas e aumentar a renovação celular, eliminando as células pigmentadas.

Dessa forma, temos um tratamento completo, em que cada passo age em uma determinada camada da pele, atuando sobre os mecanismos locais que causam as hipercromias. Os 15 mecanismos de ação da linha  são:

1 – Inibe a atividade da tirosinase, que participa das duas primeiras reações da síntese de melanina.
2 – Reduz a conversão de tirosina em DOPA, que é a primeira reação da síntese de melanina.
3 – Reduz a síntese da TRP-1, necessária para a produção da melanina marrom.
4 – Regula a MITF, um fator de transcrição que ativa a tirosinase.
5 – Inibe o transporte de melanina dos dendritos para os queratinócitos.
6 – Inibe o depósito de melanina formada nos queratinócitos por inibir a PMEL17.
7 – Inibe a liberação de melanocortina (α-MSH), que é o hormônio estimulante dos melanócitos.
8 – Reduz a produção de radicais livres (ROS).
9- Reduz a produção de endotelina-1 secretada pelos queratinócitos, que ativa a tirosinase e aumenta o tamanho e o número de dendritos.
10 – Inibe a formação de plasmina, que libera o fator de crescimento do melanócito e que ativa a cascata inflamatória, além de estimular o α-MSH.
11 – Promove a detoxificação celular, evitando que resíduos inúteis permaneçam na pele, pois podem ativar o sistema de defesa.
12 – Diminui a comunicação da substância P com o melanócito, evitando o aumento dos dendritos e do transporte de melanina para as células.
13 – Tem ação anti-inflamatória, inibindo a síntese da proteína do estresse e o início da cascata inflamatória.
14 – Limita os efeitos das agressões externas como RUV e poluição.
15 – Aumenta a proteção do tecido, evitando agressões na camada córnea e protegendo-a dos danos da radiação solar.

A linha é um tratamento eficiente que controla a produção de melanina, elimina marcas escuras já instaladas e previne que novas hipercromias se formem.

Além disso, todos os produtos promovem e preservam a hidratação da pele, pois a hidratação faz com que o tratamento seja mais eficiente, que os ativos tenham melhor absorção e que a barreira de proteção fique íntegra, protegendo a pele dos efeitos danosos e dos agentes externos.

Para conhecer os produtos da linha, basta clicar neste link.

Cuidados em casa

Outro fator importante no clareamento de pele é o controle da produção de melanina, que deve ser diário, pois o melanócito, uma vez que é estimulado a produzir melanina, continua produzindo em uma quantidade superior ao normal.

Dessa forma, é necessário enviar uma mensagem diária a ele para que não  produza o pigmento e que está tudo sob controle. 

Isso quer dizer que os cuidados em casa são fundamentais para o sucesso do tratamento em cabine, pois os produtos usados em casa entregam doses diárias pequenas de ativos que auxiliam no controle da produção do pigmento. 

Isso também quer dizer que o tratamento não pode ser interrompido no verão, por exemplo, pois é a época em que mais as pessoas se expõem ao sol, e como vimos o sol é o principal ativador da produção de melanina.

Para conhecer um pouco mais os produtos de uso em casa para o clareamento de pele, acesse outro conteúdo do blog: Manchas na pele: saiba como tratar

Lucimara da Cunha
Engenheira química e cosmetóloga
Analista de marketing e produtos

Limpeza de pele profunda x limpeza de pele diária

A limpeza de pele diária é o ato de higienizar o rosto de forma adequada. Esse procedimento deve ser realizado todos os dias em casa e com produtos específicos para cada tipo de pele.

Já a limpeza de pele profunda é o procedimento realizado por um profissional, que além da higienização da pele também faz a extração de cravos e espinhas.

Limpeza de pele profunda

Esse procedimento com intervenção profissional deveria ser feito regularmente, independentemente do tipo de pele. Porém, em peles oleosas ou com tendência à acne, a frequência recomendada é maior devido ao fato de a produção de sebo ser mais intensa. 

Os principais benefícios da limpeza de pele profunda são:

  • Remoção de comedões (cravos) e acnes (espinhas)
  • Retirada de milium (pontos brancos e duros formados por queratina)
  • Remoção de impurezas acumuladas na pele, como resíduos de maquiagem e poluição
  • Desobstrução de poros
  • Aumento da oxigenação e da nutrição da pele 
  • Prevenção de cravos e espinhas
  • Normalização do processo de renovação celular
  • Remoção das células mortas depositadas na pele
  • Aumento da absorção de dermocosméticos 
  • Melhora do aspecto geral da pele, principalmente em peles ressecadas e sem viço.

Antes de qualquer tratamento no rosto, as clínicas de estética costumam recomendar a limpeza de pele profunda, pois todos os benefícios citados anteriormente deixam a pele realmente limpa e aumentam a absorção de dermocosméticos utilizados nos tratamentos posteriores. 

Apesar de ser um procedimento simples, a limpeza de pele profunda deve ser realizada por profissionais da área, pois um procedimento inadequado de extração poderá resultar em manchas e até cicatrizes. 

Mesmo que este seja um  tratamento comum, dúvidas sobre o tema são recorrentes, por isso separamos algumas delas para esclarecimento. 

1. Em quais tipos de pele é recomendado fazer a limpeza profunda?

Todos os tipos de pele estão liberados. As pessoas com peles oleosas e acneicas devem fazer o procedimento com maior frequência, já que normalmente apresentam mais cravos e espinhas. 

Nas peles secas, a limpeza aumenta a renovação celular e diminui as células mortas, que dão o aspecto escamoso à pele. 

Em peles sensíveis, o procedimento também pode ser realizado, desde que a profissional use produtos menos irritantes e sensibilizantes. 

2. Pode ser feito em gestantes e lactantes?

Limpeza de pele em gestantes

Sim, o procedimento ajuda a oxigenar e nutrir a pele, e é indicado porque na gestação ocorre uma alteração significativa dos hormônios, que podem ocasionar o aparecimento de cravos e espinhas. 

O importante nesses casos é utilizar produtos que não prejudiquem o bebê e que não contenham ingredientes potencialmente alergênicos, já que a medicação durante a gestação é bem restrita. Na dúvida, questione o fabricante quanto à indicação do procedimento para gestantes.

Dê preferência a produtos livres de trietanolamina e prefira utilizar cremes emolientes em vez da solução emoliente, já que  a solução normalmente é mais sensibilizante. Também não é aconselhável fazer uso de equipamentos eletroterapêuticos em gestantes, como a alta frequência, por exemplo.

3. É possível fazer a remoção de cravos e espinhas em casa?

Diferentemente da limpeza de pele diária, não é aconselhável fazer a extração de cravos e espinhas em casa, pois se o procedimento não for executado de forma correta pode ocasionar manchas, aumentar o processo inflamatório e até deixar cicatrizes que são bem mais difíceis de serem tratadas. A limpeza de pele profunda deve ser feita por um profissional habilitado. 

4. Como aumentar a emoliência de peles mais resistentes?

Existem algumas formas de aumentar a emoliência da pele e assim obter mais facilidade na hora da extração dos cravos, como utilizar conjuntamente um creme emoliente e uma solução emoliente e fazer uso do vapor de ozônio ou então da máscara térmica. 

5. Com que frequência a limpeza de pele profunda deve ser feita?

Quanto a frequência depende muito do tipo e das necessidades de cada pele, mas no geral para peles oleosas a recomendação é de 30 a 60 dias, e para peles normais e secas indica-se realizar a limpeza entre 60 e 90 dias. Após fazer a avaliação, o profissional terá meios mais precisos para essa recomendação.

6. Na limpeza de pele, é necessário remover todas as acnes?

Essa é uma questão que precisa ser avaliada pelo profissional ao realizar o procedimento. Peles não habituadas a passar por esse procedimento frequentemente costumam ter muitos cravos, e retirar todos em uma sessão pode ser dolorido e irritativo para a pele. 

Quanto à remoção das espinhas, nem todas devem ser removidas, visto que em alguns casos a extração pode complicar a inflamação e aumentar a lesão. Nesse caso, utilizar produtos secativos nas lesões é uma solução mais assertiva. Por isso, é tão importante fazer a limpeza de pele com um profissional habilitado. 

7. Qual a diferença entre cravo e milium?

Eles são bem diferentes, desde a sua formação até o processo de extração. O cravo se forma pela obstrução dos poros na acumulação de sebo. Já o milium se forma de dentro para fora, pelo excesso de queratina produzida pelas células, que fica presa na pele e não consegue sair para o meio externo. 

O processo de extração também é diferente, o cravo ou comedão pode ser extraído de forma mais simples, só pela sucção ou pelo processo de pressão na pele. Já o milium precisa ser levemente perfurado com uma agulha estéril para que possa ser extraído. Essa perfuração é necessária porque o milium está preso embaixo da pele e não ligado a um poro, como no caso dos comedões. 

Passo a passo da limpeza de pele profunda

A limpeza de pele profunda segue algumas premissas, como higienizar de forma adequada a pele com sabonetes que retiram as impurezas mas que não ressequem demais, de modo que a pele não fique sensibilizada.

Depois desse primeiro passo, fazer uma esfoliação ajuda a remover as células mortas e diminuir a espessura da camada mais superficial da pele, auxiliando na extração.

Em seguida, vem o processo mais importante na limpeza de pele, a emoliência, pois uma boa emoliência pode tornar o procedimento mais fácil e bem menos doloroso. Para se potencializar a emoliência, pode-se associar dois tipos de produtos: creme emoliente e, na sequência, algodões umedecidos em solução emoliente e colocados sobre a pele. 

Pode-se ainda usar uma fonte de calor para auxiliar na abertura dos poros, que pode ser o vapor de ozônio ou uma máscara térmica. 

Após o tempo de ação dos emolientes, começa a extração, tirando-se os cravos e as espinhas que podem ser removidos. Deve-se ter muito cuidado para não causar nenhum machucado nesse processo, porque pode deixar marcas que a cliente não vai aprovar. 

Alguns recursos como por exemplo a alta frequência podem ser utilizados para acalmar e acelerar a cicatrização. 

Em seguida, é necessário equilibrar o pH da pele para recompor a barreira de proteção. É interessante usar uma loção equilibrante que acalme a pele.

Por último, é preciso acalmar a pele com uma máscara específica para esse fim. Deve-se deixar a máscara agir entre 15 e 20 minutos, em seguida retirar e finalizar com o protetor solar. A Extratos da Terra possui uma linha completa de produtos específicos para limpeza profunda da pele, sendo  livres de trietanolamina e também veganos. Para ver o protocolo completo com os produtos, acesse o link. Confira também todos os benefícios dos produtos da linha Aquaface

Limpeza de pele diária

Limpeza de pele em casa

A limpeza de pele diária é aquela realizada em casa, utilizando-se dermocosméticos indicados para a necessidade de cada tipo de pele. Mesmo que a limpeza profunda seja feita regularmente com um profissional, é importante manter a pele sempre bem higienizada em casa.

O principal benefício é a remoção de sujidades acumuladas na pele, como poluição, maquiagem, fuligem de fumaça de cigarro e excesso de oleosidade. 

Essa rotina, que não deveria ser esquecida por ninguém, também evita a formação de radicais livres, os quais provocam inflamações e o envelhecimento celular.

Confira em nosso site algumas sugestões de produtos para os cuidados essenciais da pele em casa.

Cuidados diários

Para saber mais sobre cuidar da pele em casa acesse o conteúdo: três passos diários para ter a pele bonita todos os dias.

Lucimara da Cunha
Engenheira química e cosmetóloga
Analista de marketing e produtos

Inibidor de pelos ou redutores de pelos funcionam?

Inibidor de pelos é uma das formas alternativas para se livrar dos pelos do corpo e do rosto. Neste post, vamos esclarecer como funciona um inibidor de pelos e quais as vantagens de usar esse método como meio eficiente para se livrar dos pelos indesejados.

Muitas vezes, quem não gosta de métodos tradicionais como depilação com cera ou uso de lâminas acaba se deparando com alternativas como a depilação a laser e com produtos que prometem inibir o crescimento dos pelos.

Porém, surge a dúvida: o inibidor de pelos realmente funciona?

Primeiramente, vou esclarecer de forma sucinta como cada tipo de depilação funciona para então demonstrar as diferenças e os benefícios dos produtos inibidores de pelo.

Como acabar com os pelos no corpo, rosto, queixo e pescoço?

Existem diferentes tipos de métodos que podem ser utilizados para eliminar esses pelos, e vou explicar cada um deles de forma simplificada:

Depilação com cera

Nesse método, aplicam-se dois tipos distintos de cera, fria ou quente. Os dois tipos têm o objetivo de arrancar o pelo pela raiz por meio da tração que acontece entre a cera e a pele. Esse tipo de depilação não é recomendado para regiões do rosto, pois é um local onde a pele é mais sensível e delicada, podendo provocar flacidez e manchas. É um método que pode causar dor, dependendo da sensibilidade da pessoa.

Depilação com lâminas

O método de depilação com lâminas tem como objetivo promover o corte do pelo rente à pele. Esse tipo de depilação pode ser feito em qualquer região do corpo, porém, como é feito um corte e o pelo não sai pela raiz, a duração entre uma depilação e outra é curta. Esse tipo de depilação tem o benefício de não provocar dor ao se realizar o procedimento, porém algumas pessoas sentem coceira ou sensibilidade na pele após algumas horas.

Depilação egípcia ou com linha

É uma técnica milenar que arranca o pelo pela raiz. Nesse método, um fio de linha entrelaçado é trabalhado rente à pele, de forma a enrolar os pelos no fio para que possam ser  arrancados. Normalmente, esse é um método utilizado em regiões pequenas como buço, queixo e no rosto em geral. Pode provocar dor, dependendo da sensibilidade da pessoa.

Depilação a laser e luz pulsada

São métodos de depilação definitiva, pois depois de determinadas sessões o pelo não volta a crescer. Ambos podem ser aplicados em qualquer região do corpo, porém, por ter sua ação dependente da coloração escura do pelo, essa depilação não é eficiente em pelos claros. Também dependendo da sensibilidade da pele, esse método pode ser dolorido.

Depilação com cremes depilatórios

É um método indolor que promove a quebra do pelo por meio de substâncias químicas. Para esse método, o crescimento do pelo tem duração igual ao uso da lâmina, pois o resultado é similar de corte do fio, e não de sua remoção completa. Também em algumas pessoas com peles sensíveis esse método pode causar desconforto e, em alguns casos, alergias, já que os produtos são um pouco mais agressivos para a pele. 

Inibidor de pelos

Esses produtos não se encaixam como depilatórios e não removem o pelo no momento da aplicação. São produtos principalmente auxiliares, que podem ser utilizados em associação com qualquer método de depilação, como os já citados. Eles têm a vantagem de agir no local onde os pelos nascem, diminuindo a sua força e fazendo com que cresçam com menos intensidade e de forma mais lenta, mais finos e podendo não crescer mais. Esse método, ao contrário dos métodos de depilação a laser e luz pulsada, é eficiente em qualquer tipo de pelo, independentemente da cor, podendo ser pelos pretos, ruivos, loiros ou brancos. 

Como o inibidor de pelo funciona?

Esses produtos são normalmente confundidos com cremes depilatórios, que são aqueles que cortam o pelo através de uma substância química. A verdade é que eles não são nem um pouco similares, pois possuem ações e benefícios distintos.

Mas então como agem esses produtos inibidores do pelo?

Os produtos titulados como inibidor de pelos são redutores do crescimento do pelo. De uma forma simples, os ativos presentes na composição impedem o desenvolvimento dos pelos, fazendo com que fiquem fracos e cresçam de forma mais lenta e com espessura mais fina. Isso acontece porque a taxa de crescimento dos fios e a sua espessura dependem principalmente da atividade dos folículos pilosos. Quando essa atividade é inibida, os pelos se desenvolvem mais lentamente.

Inibidor de pelos ou Fluido Redutor de Pelos

A Extratos da Terra possui um inibidor de pelos, o Fluido Redutor de Pelos. O produto é um fluido de fácil aplicação e não oleoso que diminui o crescimento e promove o afinamento gradativo dos fios. Os resultados podem ser vistos a partir de 30 dias e permitem maior facilidade de depilação e barbear, diminuindo também a frequência de remoção dos pelos. 

O produto possui ingredientes nanoencapsulados agindo diretamente na diminuição da atividade do folículo piloso (local onde o fio é produzido), o que deixa os fios mais fracos e finos.

O produto deve ser utilizado diariamente, visto que reduz e afina os pelos de forma progressiva. Também é indicado para peles reativas, sensíveis e irritadas, pois possui ingredientes que acalmam a pele em poucos minutos. Por esse motivo, também pode ser utilizado após a depilação por qualquer método descrito anteriormente. 

Além disso, o produto ainda promove uma hidratação imediata, gradativa e duradoura. Pode ser utilizado em pernas, braços, axilas, virilhas e rosto.

Vandressa Bueno, professora universitária com pós-graduação em Estética e Cosmética e com mestrado em Saúde fez um vídeo falando do seu primeiro contato com o produto. Assista ao vídeo e veja as percepções sensoriais do produto descritas por Vandressa.

O Fluido Redutor de Pelos funciona?

Esta é a principal dúvida das pessoas que buscam informações sobre produtos desse tipo. O Fluido Redutor de Pelos da Extratos da Terra possui eficácia comprovada por laboratórios credenciados pela Anvisa. Além disso, trata-se de um produto vegano que pode ser utilizado em qualquer tipo de pele. 

Confira alguns dos resultados apontados pelos participantes do teste de eficácia, os quais utilizaram o produto durante 60 dias, aplicando duas vezes ao dia: 

Após 30 dias de uso do produto, já é possível perceber a diferença:

70% perceberam a redução dos pelos, observando demora para crescer e diminuição da quantidade de pelos na área em que o produto foi aplicado. 
75% perceberam que o produto afina o pelo.
80% perceberam que a irritação provocada pela depilação diminuiu.

Resultados melhores ainda são percebidos após 60 dias de uso do produto:

65% perceberam a redução dos pelos encravados após o uso do produto.
90% perceberam que o pelo demora mais para crescer.
45% perceberam a redução no comprimento do pelo.

Os clientes já estão satisfeitos com o uso do produto, e um exemplo é o resultado da Pauline Fermiano Vieira, que é cosmetóloga e esteticista. Ela utilizou o produto por 32 dias e já viu a diferença. Confira o resultado dela abaixo.

Daiene Calmon também deu o seu depoimento sobre o produto, contando os resultados que obteve usando o redutor por 60 dias. Confira o que ela tem a dizer:

Resenha sobre o Redutor de Pelos por Daiene Calmon

E você, já usou o redutor de pelos? Conte-nos a sua experiência com o produto. 

Se ainda não conhece esse produto revolucionário, acesse o site www.extratosdaterra.com.br e confira mais informações. Lá você encontra todos os benefícios, ativos, onde comprar e valor 😉

Lucimara da Cunha
Cosmetóloga e engenheira química
Analista de marketing e produtos da Extratos da Terra