esteticista

Esteticista: O que faz um esteticista e onde trabalhar na área de estética

Ser esteticista ou trabalhar na área é um desejo de muitas pessoas nos últimos anos. 

As profissões que cuidam do embelezamento e também da saúde da pele têm gerado interesse em pessoas que estão entrando no mercado de trabalho ou em quem está pensando em mudar de profissão. 

esteticista fazendo tratamento facial

Antes de mais nada, vale lembrar que a estética é uma profissão bem antiga,  principalmente no Brasil, onde as pessoas se preocupam bastante com a beleza, motivo pelo qual o país é o primeiro no ranking mundial de cirurgias plásticas. 

Apesar de a estética não ser novidade, a profissão só foi regulamentada em 2018. Nessa data o esteticista passou a ter um regulamento oficial sobre as suas atividades. A Lei nº 13.643, publicada em 3 de abril de 2018, regulamenta as profissões de esteticista, que compreende o esteticista e cosmetólogo, bem como o técnico em estética.

Quem pode ser um esteticista?

De acordo com a regulamentação, um esteticista e cosmetólogo precisa ter o curso de nível superior com concentração nas áreas de Estética e Cosmética em uma instituição nacional. Também são válidos cursos feitos no exterior com validação do currículo pelo MEC no Brasil. 

Já um técnico em estética precisa ter o curso técnico com concentração em estética oferecido por instituição de ensino brasileira ou estrangeira. No caso da certificação estrangeira é necessário a revalidação de certificado ou diploma pelo Brasil.

tratamentos de pele

Também são reconhecidos como técnicos, os profissionais que comprovarem o exercício da profissão há pelo menos três anos, contados da data de entrada em vigor da lei. 

Mas o que faz um profissional de estética?

Um esteticista e cosmetólogo tem várias opções para seguir na carreira profissional, podendo trabalhar em lugares como, por exemplo, centros estéticos, salões de beleza, spas, hotéis, cruzeiros, ou até mesmo abrir o seu próprio negócio.

esteticista fazendo tratamento corporal

São muitas possibilidades diferentes de atuação no mercado. E vale lembrar que a profissão não cuida só da beleza de uma forma superficial, mas sim da saúde da pele e do couro cabeludo em seu conjunto.

Quais são as opções no mercado de trabalho?

Algumas atividades para se trabalhar são:

– Fazer procedimentos estéticos faciais, corporais e capilares utilizando como recursos produtos cosméticos, técnicas manuais ou eletroterapias.
– Trabalhar em pré e pós-cirurgias plásticas.
– Ser responsável técnico pelos centros de estética que aplicam recursos estéticos.
– Trabalhar na área da docência em cargos como direção, coordenação, supervisão e professor de disciplinas relativas a cursos da área de estética e cosmética.
– Fazer auditoria ou prestar consultoria e assessoria sobre cosméticos e equipamentos estéticos.
– Elaborar relatórios, pareceres técnico-científicos, estudos, trabalhos e pesquisas de mercado ou experimentais relativos à estética e à cosmetologia.
– Elaborar programas de tratamentos com base no quadro do cliente, estabelecendo as técnicas empregadas no tratamento e a quantidade de aplicações necessárias. 
Empreender na área da estética, montando o seu próprio negócio. 
– Fazer consultoria de como cuidar da pele remota ou presencialmente.
– Trabalhar com maquiagem profissional.
– Trabalhar com podologia.
– Fazer consultoria de imagem pessoal e visagismo.
– Trabalhar com depilação e design de sobrancelhas.

Quanto é o salário de um esteticista?

Primeiramente, o salário de esteticista varia muito em virtude das diferentes possibilidades de atuação, do tamanho da empresa em que trabalha e da localização desse espaço de trabalho.

Por outro lado, a profissão ainda não possui um sindicato que estabeleça normas como o salário-base para a profissão. Por isso, as remunerações são bem diversas. Mas uma busca pelo site de procura de emprego Catho mostra salários iniciais de R$ 1.000, R$ 2.000, R$ 3.000, entre outros. Muitos ainda somam ao salário comissões por serviço ou por venda de produtos. 

tratamento com eletroterapia

Você também pode optar pelo trabalho autônomo e, nesse caso, a sua remuneração será de acordo com o nicho de mercado que você escolher trabalhar.  Aqui embaixo deixamos um vídeo muito interessante falando sobre o preço versos o valor que você entrega nos seus serviços.

Agora, se você se interessar em aumentar a sua renda ou ganhar dinheiro revendendo produtos de tratamentos de pele para uso em casa, acesse este link para saber mais.

Por fim, se você tem interesse em seguir a carreira, procure um curso da área ou faça uma especialização. Desejamos que você tenha muito sucesso na sua escolha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.