Arquivo da tag: estrutura da pele

A Pele: como funciona

Você já parou para pensar como funciona a sua pele? E já pensou que, ao saber isso, vai entender como os produtos que você usa em sua pele funcionam?

Talvez você se lembre um pouco das aulas de biologia, talvez nem se lembre de ter aprendido isso. De qualquer forma, vamos desmistificar as principais partes da nossa pele para começar a entender todo esse mundo de skincare (skincare = cuidados com a pele).

A pele é formada por três camadas

Como funciona a pele: camadas da pele
As camadas da pele: epiderme, derme e hipoderme.

Epiderme – é a camada mais superficial da pele. Ela é a nossa barreira de proteção contra  o meio externo. Vamos conhecer as principais células e características desta camada mais à frente.

Derme – é a camada intermediária da pele. É ela que dá a firmeza à nossa pele, e ali encontramos as fibras de colágeno e elastina, os folículos pilosos (onde os pelos nascem), os vasos sanguíneos, os linfáticos, as glândulas sudoríparas (do suor) e as glândulas sebáceas (do sebo/oleosidade).

Hipoderme – é a terceira e última camada da pele, formada basicamente por células de gordura que mantêm a temperatura do nosso corpo e nos fornecem energia. Esta camada faz a união das camadas anteriores com os demais órgãos.

Vamos entender como funciona a pele conhecendo mais cada uma dessas camadas.

Como funciona: Epiderme

A epiderme é uma das principais camadas que você precisa entender quando o assunto diz respeito a cuidados essenciais com a pele. Ela é formada por outras cinco camadas menores. Não entraremos em detalhes sobre cada um delas, mas o que você precisa saber é que na parte mais profunda da epiderme novas células estão sempre sendo produzidas através da divisão celular.

Como funciona a pele: as cinco camadas da epiderme

Essas novas células vão “subindo” para a superfície da pele e empurrando as células antigas, mas, à medida que vão chegando à superfície, elas vão “morrendo”. Por isso, a primeira camada da nossa pele é formada por células mortas, que são responsáveis por nos proteger.

Essas células vão sendo eliminadas aos poucos, o que renova a nossa pele. Agora, uma pergunta: você acha que a pele que vê no espelho hoje é a mesma que você vai ver daqui a 30 dias?

Se você respondeu não, acertou! Esse processo, chamado de renovação celular, dura em média 30 dias, por isso a pele que você tinha no mês passado não é a mesma que você tem hoje.

Mas por que estamos dizendo tudo isso?

Você já ouviu falar sobre a esfoliação da pele, certo? Mas entende a importância de esfoliar a sua pele

Nem sempre a nossa pele se renova rapidamente, e isso faz com que ela fique grossa e com aspecto opaco. Além disso, quanto mais grossa é a pele, mais difícil é para os produtos entrarem!

As pequenas esferas presentes nos esfoliantes removem as células mortas da superfície da pele e aceleram a renovação celular que, por consequência, resulta numa pele mais bonita e viçosa. Viu como é importante saber como funciona a nossa pele? Assim entendemos a necessidade de usar alguns tipos de produtos.

Existe mais uma coisa importante que você precisa saber sobre a epiderme: é nela que ficam as células conhecidas como “melanócitos”. Essas células são responsáveis pela produção de  um pigmento chamado “melanina”, que dá cor à nossa pele e também fornece proteção. E o que você realmente precisa saber: essas células, quando descontroladas, é que são responsáveis pelas manchas de pele.

Nesse outro post, você poderá ler mais especificamente sobre como as manchas aparecem. Agora vamos para a derme (tá quase acabando, juro que essas informações são bem importantes para você poder cuidar melhor da sua pele).

Como funciona: Derme

Como já mencionamos antes, a derme dá a firmeza, a sustentação para a nossa pele. E isso acontece por conta de duas proteínas: o colágeno (sim!) e a elastina.

Como funciona a pele: corte de pele com o destaque na derme, apontando as fibras de colágeno, elastina, folículo piloso e glândula sebácea

Normalmente, com o envelhecimento, essas fibras que dão firmeza e sustentação à pele vão enfraquecendo. Por conta disso, a nossa pele vai ficando flácida, e então surgem as rugas. Por isso é que se fala tanto de colágeno e da necessidade de estimular a produção dele para mantermos a pele jovem.

Além dessas duas fibras, também é relevante saber que na derme ficam os folículos pilosos, onde os nossos pelos e cabelos nascem, e junto com eles, as glândulas sebáceas, que produzem o sebo ou a oleosidade da pele.

O sebo é produzido naturalmente e é importante para tornar a nossa pele e os nossos pelos impermeáveis à água, para não deixar a água entrar na pele. Porém, em alguns casos, ele é produzido em excesso, deixando a pele muito oleosa e podendo gerar acne. Portanto, aqui é um dos locais que temos que chegar quando queremos tratar algum desses dois problemas.

Agora vamos falar de gordura e conhecer rapidamente a hipoderme.

Como funciona: Hipoderme

A camada mais profunda da pele, como já mencionamos, é a hipoderme (que, na verdade, não é considerada bem uma camada, tendo a função de conectar a derme aos músculos e ossos).

A hipoderme é composta basicamente por células de gordura, chamadas de adipócitos, que são a nossa reserva de energia. Claro que a hipoderme tem outras funções como a proteção contra choques externos e a regulação da temperatura corporal, mas os adipócitos são o que mais nos interessa no momento.

Essas células têm a capacidade de aumentar muito de tamanho, então quanto mais gordura elas têm para armazenar, mais o seu tamanho aumenta, ou seja, elas estão ligadas ao ganho de peso e à redução de medidas (para quem busca por saúde ou autoestima).

Você deve estar se perguntando: mas se os vasos sanguíneos ficam na derme e se os cosméticos não podem chegar até a corrente sanguínea, como existem produtos que auxiliam na redução de gordura localizada? Essa resposta é dada por uma característica incrível da nossa pele, chamada de comunicação celular!

Até onde os cosméticos de tratamento podem ir?

Nossa coordenadora técnica, Elizete Garcia, gravou um vídeo para você fazendo um resumo sobre as camadas da pele e explicando como é possível os produtos passarem pela barreira de proteção e agirem nos diferentes locais para diferentes necessidades.

Veja abaixo:

Agora você já sabe como funciona a sua pele. Gostou deste conteúdo? Então, compartilhe com quem você acha que também poderia gostar. Ah, e se tiver qualquer dúvida, pode perguntar nos comentários que logo vamos responder!

Quer ler uma explicação mais técnica sobre esse assunto? Acesse esse blog.

Continue acompanhando o nosso blog para mais informações!

Instagram: https://www.instagram.com/extratosdaterra/
Facebook: https://www.facebook.com/extratosdaterra/
Youtube: https://www.youtube.com/user/ExtratosdaTerra
Nosso site: https://extratosdaterra.com.br/

Estrutura e função da pele: explicação técnica

A principal função da pele é proteger o corpo contra os agentes externos do ambiente. Por outro lado, também é um meio de expulsar para fora o que está no interior do corpo e que não nos faz bem. E é por isso que a nossa alimentação influencia muito no estado da pele. 

A pele é um tecido vivo e dinâmico que sofre alterações constantes, dependendo de onde vivemos, do que ingerimos, da quantidade de água que consumimos e também do nosso estado emocional. Ela é a conexão do meio externo com o interior do nosso corpo. 

Todos sabemos o que é a pele, sentimos e tocamos nela diariamente. Mas você sabe do que ela é composta?

Você sabe como de fato a pele funciona e o que realmente ela faz em nosso corpo?

Neste post, vamos esclarecer essas perguntas, mostrar como é a pele no seu interior e a importância das principais estruturas que a compõem.

Estrutura e função da pele

Como funciona a pele: estrutura e camadas da pele

A pele é composta por três camadas que estão em constante renovação, sendo elas: 

  1. A epiderme
  2. A derme 
  3. A hipoderme ou camada subcutânea

Vamos conhecer um pouco mais sobre cada uma delas?

A epiderme: para que serve

A pele: as cinco camadas da epiderme

A epiderme é a camada mais superficial da pele e é onde agem os produtos que aplicamos. Essa camada é dividida em outras cinco camadas: basal, espinhosa, granulosa, lúcida e córnea.

O que difere essas cinco subcamadas são as características das células. De uma maneira mais simples, podemos dizer que a diferença principal entre elas é o estágio de vida das células da pele.

Como assim estágio de vida?

Bem, quando as células estão na primeira camada, elas são novinhas e recém-formadas. À medida que vão subindo para a superfície, elas vão ficando mais velhas, mais achatadas e formando espécies de escamas, até chegar na superfície, quando então vão formar o estrato córneo. Aqui nesse estágio elas já são células mortas, que constituem  a nossa película de proteção. 

Esse estágio de renovação da pele acontece entre 15 e 30 dias, dependendo da idade da pessoa. Ao passo que envelhecemos, esse processo vai ficando mais lento, e é por isso que percebemos a pele envelhecida, com a formação de rugas e de flacidez, que vão aumentando com a idade.

Vamos entender melhor esse ciclo de vida das células da epiderme?

A primeira camada, a mais profunda da epiderme, denomina-se camada basal. É nela que as células “nascem”, ou fisiologicamente falando, onde elas se dividem em um processo de multiplicação celular –, uma célula antiga dá origem a uma nova célula. Essa camada é responsável pela constante renovação da pele. 

Fazendo uma comparação com a nossa vida, esse estágio das células da pele seria como a fase dos bebês.

Na camada basal, existe também uma célula muito importante para a nossa proteção que é o melanócito. Ele é responsável por produzir um pigmento chamado melanina,  responsável por dar cor à pele. A melanina é a proteção natural da pele contra a radiação solar. Ou seja, ela protege as células dos danos provocados pelo sol. 

A segunda camada é a espinhosa, que corresponderia à nossa fase de infância e adolescência, uma fase de pleno desenvolvimento. Aqui as células começam a ficar mais achatadas e mais espalhadas. Nessa camada, acontece um processo de defesa contra agentes estranhos que conseguem penetrar nas camadas mais superficiais. É também na segunda camada que se desenvolvem as dermatites alérgicas de contato. 

A terceira camada é a granulosa, e agora já estamos na vida adulta. Nessa camada, as células já estão bem mais achatadas, e é aqui que são produzidas substâncias que formam a barreira de proteção impermeável da pele. Isso faz com que não percamos a água que está na nossa pele por evaporação e também faz com que a  água que está no exterior não seja absorvida pela pele.

Já imaginou entrar em uma piscina e o seu corpo sugar a água para dentro da pele?

Isso não é possível devido a essa barreira impermeável que a pele forma. 

A quarta camada é a lúcida, e já podemos comparar essa fase com a fase madura da vida, na qual  estamos mais velhinhos e já não temos tanta energia. Isso porque as células dessa camada já não têm mais núcleo e possuem um formato de  escama, sendo envoltas por queratina. Aqui, começa a se formar uma fina camada compacta que faz a proteção da pele e que é chamada de manto hidrolipídico, ou hidratação natural da pele. 

A quinta e última camada é o estrato córneo. Essa é a camada mais superficial, é a que conseguimos ver. Aqui as células já não têm mais vida, estão envoltas em material graxo, ceramidas e queratina, que formam  uma película protetora para que nada que esteja no exterior passe por ela.

De tempos em tempos, as células mais superficiais vão se desprendendo e sendo eliminadas naturalmente, enquanto outras células ocupam o seu lugar, e assim a pele permanece sempre bonita e lisa.

Por outro lado, quando envelhecemos, ou quando o nosso processo de renovação celular não é eficiente, muitas dessas células mortas não se desprendem, vão acumulando e formando uma camada espessa.

Para evitar que isso aconteça é que surgiu a esfoliação, que nada mais é do que facilitar a eliminação dessas células mortas que ficam depositadas na pele e que impedem que os produtos cosméticos aplicados possam ser absorvidos. Entenda mais sobre a importância da esfoliação aqui.  

As outras camadas – derme e hipoderme – constituem a pele por completo. Vamos conhecer um pouco mais cada uma delas? 

Derme: para que serve?

A derme é a camada posicionada logo abaixo da camada basal. Nela encontramos as conhecidas fibras de colágeno e elastina.

Essas fibras têm a função de dar sustentação à nossa pele. Digamos que elas são os pilares da epiderme, são as estruturas que seguram a pele e a mantêm firme e lisa.

Porém, com o passar dos anos, as células que produzem essas fibras vão ficando envelhecidas e já não produzem mais fibra de qualidade sozinhas, quando então começam a aparecer os sinais da idade, tais como rugas e flacidez. 

Outra função da derme é levar os nutrientes para a epiderme, já que nessa camada estão presentes os vasos sanguíneos. 

Também na derme temos o folículo piloso. Essa estrutura é o casulo do nosso pelo, é onde ele nasce e cresce. Esse folículo tem a sua base na derme e continua até a epiderme, dando condições de o pêlo e o cabelo saírem da pele. 

Junto com o folículo, temos outra estrutura importante que é a glândula sebácea. Ela é responsável por produzir o óleo que mantém a pele hidratada. Por outro lado, quando produz uma quantidade muito elevada, provoca o aspecto indesejado da pele oleosa e também o aparecimento da acne.

Hipoderme: para que serve?

A hipoderme não é mais considerada uma camada da pele, isso porque ela fica embaixo da pele, dando sustentação e suporte para toda a derme e a epiderme. 

A hipoderme tem como principal função armazenar energia, regular a temperatura e absorver o impacto. Dessa forma, quando sentimos alguma batida na pele, ela absorve o impacto e impede que os órgãos internos do corpo sejam danificados. 

A pele é um dos órgãos mais importantes para a vida e a proteção do corpo. Por isso, invista um tempinho para cuidar da sua pele, afinal ela é o nosso cartão-postal. 

Gostou deste conteúdo? Então compartilhe com quem você acha que também poderia gostar. Ah, e se tiver qualquer dúvida, pergunte aqui que logo responderemos 😉

Instagram: https://www.instagram.com/extratosdaterra/
Facebook: https://www.facebook.com/extratosdaterra/
Youtube: https://www.youtube.com/ExtratosdaTerra
Nosso site: https://extratosdaterra.com.br/