Olheiras: tipos, causas e tratamentos

Olheiras: tipos, causas e o que é importante considerar no tratamento delas

Last Updated on 12 de abril de 2022 by Lucimara da Cunha

As olheiras são um problema bem comum e incomodam muita gente, por isso hoje vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Antes de mais nada, as olheiras podem ser facilmente percebidas pelo escurecimento ou pelo inchaço da parte inferior dos olhos. Mas, se engana quem pensa que elas só aparecem nas noites maldormidas! Afinal, existem diversas causas para as olheiras, e, para resolver o problema, é preciso entender isso.

Principais causas das olheiras 

No geral, as olheiras surgem por causa do aumento de melanina e de alterações nos vasinhos que irrigam essa região do rosto. As causas mais conhecidas do problema são:

  • cansaço: a falta de sono faz com que a musculatura não relaxe, dificultando a drenagem que irriga os vasos da região;
  • excesso de sol: podem aumentar a concentração de melanina, causando manchas;
  • genética: é o fator mais comum e se evidencia a partir dos 30 anos, quando começam a surgir também as primeiras rugas;
  • doenças como sinusite e rinite: quando você tem esse tipo de doença alérgica ou está apenas com o nariz entupido, as veias do rosto se dilatam e podem ficar mais escuras;
  • cigarro: o cigarro diminui o acesso da pele ao oxigênio e alguns nutrientes, o que pode causar uma coloração irregular;
  • pele muito fina na região: à medida que vamos envelhecendo, a nossa pele pode ficar mais fina. Com isso, os vasos que irrigam a região dos olhos ficam mais visíveis.

Outro fator importante a se considerar é que as olheiras passageiras são poucas, somente aquelas relacionadas a noites maldormidas ou estresse. Mas, de forma geral, o tratamento das olheiras deve ser constante para equilibrar os fatores envolvidos no seu aparecimento.

Tipos

Existem diferentes tipos de olheiras, que normalmente são agravados pelo envelhecimento que afeta essa área do rosto. Porém, elas surgem independentemente da idade e em qualquer fase da vida. 

As olheiras podem ser agravadas pelo envelhecimento, pois ocorre a perda da gordura na região superior dos olhos e, consequentemente, a diminuição do volume da pele. Com isso, a pele perde a sua sustentação e fica frouxa, o que faz com que o tecido caia em direção à borda dos olhos e dos cílios. Essa característica deixa o olhar caído e triste. 

Na região inferior, há um acúmulo de acontecimentos. Além dos fatores da idade, como o surgimento de rugas e a perda do volume da pele, também é bem comum as olheiras serem causadas pela má circulação ou pela pigmentação escura da pele. 

Vamos entender as diferenças entre os principais tipos de olheiras e suas causas a seguir. 

Olheiras por perda de volume

Na parte inferior dos olhos, assim como na região superior, a gordura diminui, o que também acontece na lateral do olho e nas bochechas. Isso faz com que a pele fique mais frouxa e caia na direção inferior do rosto. Essas características criam um sombreamento nos olhos e uma depressão da pele, provocando um aspecto de cansaço ao olhar. 

Olheira por perda de volume

Nesse tipo de olheira é preciso conciliar um tratamento anti-idade com ingredientes que dão volume à pele. Assim como, usar produtos que tratam os outros aspectos das olheiras, como a pigmentação escura. 

Olheiras pela circulação sanguínea ou falta dela no local

Essa região tem a pele naturalmente mais fina, o que é agravado com o envelhecimento, ficando ainda mais frágil e translúcida. Com isso, os vasinhos ficam mais superficiais e aparentes, demonstrando uma coloração roxa abaixo dos olhos bem característica em alguns tipos de olheiras. 

Olheiras por falta de circulacao

Além disso, como existem inúmeros vasinhos pequenos na área dos olhos, qualquer alteração nessa região e até mesmo a perda de volume pelo processo de envelhecimento prejudicam a microcirculação no local, deixando uma colocação mais escura pela falta de irrigação nessa região. Somados a isso, o estresse físico e mental bem como noites maldormidas provocam uma deficiência da circulação, o que gera o edema e o aspecto escuro das olheiras. 

Nessas olheiras é importante estimular a circulação sanguínea no local e aumentar a drenagem dos líquidos que ficam acumulados na região abaixo dos olhos. Além disso, é necessário fortalecer os vasos sanguíneos para evitar um novo edema. 

Olheiras pela produção irregular de melanina

Olheiras pigmentar

No tratamento desse tipo de olheira não pode faltar o controle da produção de melanina, de modo a coloração marrom diminua. Também é importante aumentar a proteção da pele, seja com o uso de protetor solar ou com produtos que aumentem a barreira de proteção natural. 

Pelo fato de a pele ser fina na região inferior dos olhos, qualquer agressão nesse local, ou até mesmo a exposição solar, aciona o sistema de defesa. Como consequência disso, mais melanina é formada, já que esse pigmento tem como principal ação proteger a pele. Como resultado, têm-se manchas com uma coloração marrom, característica das manchas de idade e do melasma. 

Múltiplas causas

Também é bem comum ter olheiras que são a mistura desses três tipos e aparecem de formas diferentes. Algumas têm mais pigmentação, outras apresentam flacidez, bolsas de gordura ou até tudo junto. Nesse caso, o tratamento fica mais complexo e necessita de produtos multifuncionais que trabalhem nas diferentes causas das olheiras. 

Olheira multiplas causas

Nesse sentido, o kit de tratamento profissional da área dos olhos da Extratos da Terra e o Nano Lifting para tratamento diário das olheiras são uma solução muito eficiente. Eles têm tecnologia de última geração para o tratamento de todos os tipos de olheiras mencionadas anteriormente.

Além disso, a mudança de alguns hábitos também pode ajudar bastante, independentemente do tipo de olheira que você tem. Dormir bem, não fumar e usar protetor solar parecem coisas simples, mas fazem uma grande diferença.

Agora que você já sabe quais são os tipos de olheiras e suas causas, conheça as nossas soluções para o tratamento da região dos olhos em nosso site. 

Produtos relacionados ao tratamento de olheiras:

creme para olheiras

2 comentários em “Olheiras: tipos, causas e o que é importante considerar no tratamento delas”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.